Eduardo Ferreira
(ferreiraedu@terra.com.br)

RETROSPECTIVA DA GESTÃO DO PRESIDENTE WISSAM

1. Primeira Participação Nacional da Delegação Maranhense

Parece que foi ontem... Guardo, ainda, na minha memória a chegada da equipe de tiro da Federação Maranhense ao estande do 10º GAC em 1998 para participar da III Copa Fortaleza. Todos compareceram bem uniformizados e com as cores da entidade. Turma alegre e barulhenta, ávidos de competir e de conhecer melhor o Tiro Esportivo. Naquela época, a FMTE era presidida pelo dinâmico Leônidas Araújo da Silva, filho de Leonílio Silva, um dos fundadores da federação maranhense. Os atiradores praticavam somente as Provas Especiais e poucos conheciam sobre as técnicas e as regras das provas olímpicas. Tudo era novidade e um mundo desconhecido a ser vencido!

Pois bem, ao retornarem ao Maranhão, eles se reuniram e programaram para o próximo ano, em 1999, o I Campeonato de Provas Especiais em São Luís, no sempre acolhedor estande do 24º BC. Contavam ainda com o importante apoio do Coronel Fedozzi, Comandante do Batalhão, figura inesquecível, admirável, simpática e amiga. Um oficial de escol que cumulou a todos com muita fidalguia, colocando o batalhão inteiro à disposição do evento. A Copa foi um sucesso e uma festa muito linda que nos traz ainda muitas saudades!

2. Realizações do Presidente Wissam Maalouf

Em março de 2000, assumiu pela primeira vez a Presidência da FMTE o nosso querido e jovem Habib Wissam e com ele viriam as mudanças e os melhoramentos que levariam a FMTE a se tornar em pouco tempo uma das melhores entidades esportivas do País. Se lhe faltava nessa época mais experiência para dirigir uma federação, lhe sobrava, contudo, muito entusiasmo e vontade para conduzir a FMTE. Foram inúmeras obras e ações que marcaram a sua gestão. Graças à sua inteligência, equilíbrio, dedicação e iniciativa conseguiu transformar os rumos e a vida do Tiro Esportivo no Norte-Nordeste.

Essas foram os principais trabalhos que alavancaram o Tiro Maranhense na gestão de Wissam:

1) Construção do complexo esportivo do CAPETIM, com o apoio do presidente do clube Bonfim e do trabalho técnico de Leonidas e Braga Diniz, através da construção de trincheiras aéreas a 50 metros e instalação de silhuetas e minuterias a 25 metros;

2) Criação do Site da Federação em 2001, tornando a FMTE mais conhecida e admirada pelas demais entidades por intermédio de importantes artigos técnicos, informações e notícias relevantes;

3) Maior contato com a imprensa escrita e televisionada do Estado, modificando a imagem do esporte, antes considerada violenta pela imprensa sensacionalista;

4) Promoção de nove concorridas e disputadas copas São Luís, que se tornaram um modelo de organização pela qualidade técnica, atraindo os melhores atiradores do centro-sul do País, contando com apoio efetivo do Presidente da CBTE Durval Guimarães e com um número incrível de inscrições (850) na copa em 2003, sendo somente superado pelo Torneio Tenente Guilherme Paraense;

5) Capacitação de árbitros de tiro dos alunos do Curso de Educação Física da Universidade do Estado do Maranhão, reduzindo-se gastos com arbitragem vinda de outros estados, formando uma arbitragem própria e criando um importante elo com a sociedade maranhense, levando os conhecimentos da História do Tiro Esportivo para a área escolar;

6) Apoio em passagens e hospedagens, custeando vários atiradores de armas longas da FMTE em eventos nacionais e internacionais e possibilitando o seu crescimento técnico;

7) Escolha dos melhores atiradores maranhenses em festa de confraternização anual;

8) Estabelecimento de um calendário anual completo premiando todas as modalidades esportivas, desde o tiro olímpico, tiro prático, provas especiais e fazendo ressurgir o tiro aos pratos, através do professor José Augusto dos Reis e da cessão do sítio do vice-presidente Bonfim para a realização do tiro de trap em São José do Tendal;

9) Conquista de inúmeros títulos nacionais e regionais elevando o Tiro Esportivo maranhense;

10) Aquisição de máquinas transportadoras de alvos para o CAPETIM e a liberalização de máquinas de recargas de munição para o uso de atiradores;

11) Participação em 2003 da I Jornada de Formação e Atualização em Gerenciamento Desportivo e da bem sucedida I Feira de Esportes e Lazer, com ampla divulgação o Tiro;

12) Participação efetiva da Bolsa-atleta, apoiando os juniores Marcelo e Artur;

13) Cessão de dez máquinas transportadoras de ar comprimido para o CAPETIM e aquisição de dois rádios melhorando a comunicação entre os árbitros nos dois estandes quando da realização das copas de São Luís;

14) Em 2003, realização de um evento de tiro ao prato realizado na cidade de Balsas no Sul do Estado e um grande torneio de tiro prático em São Luís;

15) Destaques para os atiradores Edgar e Marcelo em eventos internacionais na América do Sul, com a conquista das primeiras medalhas internacionais;

16) Assinatura de um convênio com a SESP destinando recursos para a realização das copas e apoio aos atiradores;

17) Em 2005, filiação do Clube de Balsas e de 23 novos atiradores. Comemoração, ainda, dos 30 anos de existência da FMTE que contou com a presença do fundador da federação maranhense Abílio Francisco de Lima Filho e do Comandante do 24º BC Tenente-coronel Marcos;

18) Na VI Copa São Luís registrou-se a presença do Coronel Fedozzi, ex-comandante do batalhão e grande incentivador do Tiro Maranhense, como convidado especial;

19) Construção e inauguração da pedana de prato de São José do Tendal. Na oportunidade da realização da VI Copa São Luís, Oscar Schultz, nesta ocasião, realizou uma clínica prática na pedada recém inaugurada.

20) A Federação participou da Campanha do “NÂO” realizando uma carreata com cerca de 30 integrantes. Nesse mesmo ano foi elaborado um Novo Estatuto e Código Disciplinar com a finalidade de reger a conduta de associações, dos atiradores e dirigentes;

21) O 24º BC organizou um Torneio de Fuzil de confraternização com muito sucesso, além do III Torneio de Tiro Prático com cinco equipes inscritas. A PMMA promoveu um Torneio de Proclamação da República no estande do quartel em Calhau, participando 18 atiradores. O CAPETIM venceu o II Torneio Intermodal do Estado, um dos maiores eventos organizados pela FMTE;

22) Assinatura de um novo convênio com a SESP, através do seu gerente Alim Rachid Maluf Filho;

23) Reeleição em 2006, por unanimidade, da a chapa única Wissam e Bonfim para o período de 2006-2010;

24) O Clube CAPETIM novamente recebeu ajuda da Federação visando à organização da Copa São Luís, com pintura e reforma de toda estrutura metálica, particularmente com a construção de uma cobertura dos alvos a 50 metros;

25) O CCPETI foi novamente legalizado após 15 anos parado. Para ele foi dado um grande apoio para a realização do Torneio comemorativo aos 20 anos do clube, tendo comparecido mais de 30 atiradores de Açailândia, São Luís, Balsas, Tocantins e Pará;

26) Realização de grandes torneios: Semana do Exército, IV Torneio de Equipes de Tiro Prático, 3ª Etapa do campeonato maranhense em Balsas, III Torneio Intermodal no CAPETIM e participação da equipe em Resende e em Fortaleza;

27) Atiradores e dirigentes maranhenses auxiliaram na organização e direção de provas da Copa Mundial de Tiro realizada em Resende;

28) Chefe da Delegação Brasileira em Munique e em Milão;

29) Realização do Primeiro Curso de Tiro Esportivo na UNICEUMA com alunos do Curso de Educação Física;

30) Construção em Balsas da cobertura do estande de 100 metros e criação do Clube Joaquim Itapary Neto (CTJIN); citação elogiosa da Federação nas revistas Magnum e Tiro Certo;

31) Pela 4ª vez a FMTE venceu o Torneio Norte-Nordeste e a realização simultânea da VII Copa São Luís e do I Campeonato Universitário de Desportos, com a premiação Marcelo e uma atiradora de outro estado participaram das Universíades de Bangkok;

32) Apoio à realização VII Jogos da Integração NNE da Polícia Rodoviária Federal em São Luís;

33) Presidente Wissam foi convidado pelo COB para arbitrar um prova nos Jogos Pan-americanos do Rio de Janeiro; realização do V Torneio de Tiro Prático no CAPETIM; realização do III Torneio de Tiro aos Pratos em Balsas; V Torneio Intermodal;

34) Durante a realização da AGO da FMTE em 2008, foi solicitada a filiação do CTJIN, estande totalmente “indoor”, com 10 postos de tiro;

35) Presidente Wissam participou como árbitro na Copa Mundial e no Campeonato Sul-americano promovidos no Rio de Janeiro;

36) Com apoio da família do ex-federado Ivan Loureiro e do Coronel Guedes, foi programado para a Cerimônia de Abertura da IX Copa São Luís a inauguração do Complexo de Tiro “Ivan Loureiro”, com a construção de uma trincheira para os 50 metros e climatização do estande ar comprimido no 24º BC, que irá possibilitar a realização de todas as provas de tiro nessa Unidade Militar; durante a copa foi organizada uma típica e bonita festa do “batizado do bumba-boi”;

37) Realização de um curso de arbitragem no 24º BC, organizado pela FMTE, contando com a participação de 23 alunos, sendo 17 militares daquele batalhão;

38) Comemoração dos 50 anos de existência do CAPETIM com uma grande festa e grande participação de atiradores no clube presidido pelo vice-presidente da FMTE Bonfim;

39) Elaboração e divulgação do “Manual de Organização de Provas de Tiro”, em parceria com o autor Coronel Eduardo Ferreira e a FMTE, durante a IX Copa São Luís, com tiragem de 1000 exemplares;

40) Realização do Torneio da Amazônia no CCPETI em Imperatriz; VI Torneio de Tiro Prático; I Torneio Policial no CAPETIM. a Prova “On Line”e I Torneio do Cerrado Maranhense em Balsas;

41) A FMTE se cadastrou junto à Secretaria Estadual de Esportes que permitirá a assinatura de convênios em beneficio à entidade que também foi considerada de Utilidade Pública;

42) Em 2009 o Presidente Wissam concorreu como vice-presidente na chapa do Presidente da FCTE Oscar Shultz nas eleições para a presidência da CBTE. As eleições que deram a vitória ao Sr Frederico encontra-se atualmente anulada por decisão da justiça;

43) A FMTE se cadastrou junto à Secretaria Estadual de Esportes que permitirá a assinatura de convênios em beneficio à entidade que também foi considerada de Utilidade Pública;

44) A FMTE publicou uma nova regulamentação do Campeonato Maranhense de 2009, a fim de organizar, orientar e ordenar a realização do campeonato estadual, sendo aprovado na AGO;

45) Foi inaugurado com um coquetel em maio desse ano, o Clube de Tiro Joaquim Itapary Neto (CTJIN), com 10 postos a 25 metros, totalmente “indoor”, climatizado e com sistema de minuteria;

46) A FMTE adquiriu uma máquina de recarga para cartuchos, importada da MEC, sendo disponibilizada para todos os atiradores filiados. Complementando a iniciativa, foi também realizado um curso de recarga com o técnico Creso Zanotta, consultor da CBC, ministrando um excelente curso de recarga para 12 participantes;

47) O II Torneio de Tiro do Cerrado Maranhense, organizado pelo Presidente Valmor Sacoman, foi realizado em Balsas tendo sido evento bastante movimentado com 203 inscrições, 59 atiradores de quatro estados, contabilizando seis recordes batidos/igualados; juntamente com esse evento foi organizado o V Torneio de Equipes de Tiro ao Prato.

48) O VIII Torneio da Amazonas foi programado nesse ano em Imperatriz e contou com a presença de 42 atiradores, proporcionando 268 inscrições de várias modalidades de tiro e com cinco recordes quebrados.. Foi uma festa bonita organizada pelo nosso grande campeão “Chico Farias Sarney”;

49) Oito dos noves Instrutores de Tiro credenciados nesse ano pela Polícia Federal são do quadro da FMTE, que foram aprovados nos testes organizados por aquele órgão federal;

50) Foi elaborado um documento, denominado “carta aberta”, onde a FMTE se sentiu prejudicada por ações provocadas pela CBTE que vieram prejudicar a imagem da nossa federação;

51) A FMTE desenvolveu um sistema de acionamento de alvos móveis (minuteria), inteiramente fabricado no Maranhão;

52) Cerca de 60 novos atiradores se filiaram à Federação; a FMTE adquiriu uma moderna máquina eletrônica de apuração de alvos, possibilitando a realização de provas “on line”

3. Conclusão

Reeleito para mais um período, pude constatar ao longo desses dez anos o trabalho consistente e meritório do Presidente Wissam à frente da Federação Maranhense de Tiro Esportivo. Dirigente sério, trabalhador, de formação reta, extremamente simples, cortez, simpático e amigo, Wissam soube traçar e conduzir os destinos do Tiro Maranhense com muita objetividade e dignidade tornando-a um modelo e exemplo a ser seguido pelas demais entidades do País.

Dotado de um carisma incomum, falando vários idiomas e, principalmente, possuidor de uma visão clara e profunda do esporte que dirige, demonstrou durante as suas contínuas passagens pela presidência muita iniciativa, criatividade e persistência naquilo que faz, sendo por esta razão, admirado e respeitado pelos diferentes dirigentes e órgãos esportivos.

Hoje, Wissam é uma figura conhecida na vida esportiva nacional, sendo também reconhecido por vários dirigentes da Federação Internacional do Tiro Esportivo (ISSF) que constataram em várias oportunidades o seu valor e a sua capacidade profissional. Parabéns Wissam continue na sua missão em prol do Tiro. Os atiradores agradecem!


por Eduardo Ferreira
Recordista e campeão brasileiro de armas longas da CBTE e das Forças Armadas. Ex vice-presidente da CBTE e da federação do DF, ex presidente das federações do RJ e CE, e diretor das federações da PB e RS. Autor de "Arma Longa" e "História do Tiro"
ferreiraedu@terra.com.br

 
Todos os Direitos Reservados © 2007 Diretora do Stand de Tiro do Fluminense Angelamaria Lachtermacher